Parto normal: você não precisa ter medo dele

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no telegram

Não deixe o medo ser o maestro das suas decisões.

Ele deve ser o combustível para você buscar as soluções!

Sabe por que estou falando sobre medo hoje?

Pesquisas recentes demonstraram que o medo é o principal fator para a escolha das gestantes pela via de parto.

O motivo mais frequente para a preferência pela cesariana foi o medo da dor do trabalho de parto, e para a preferência pelo parto vaginal foi a expectativa de melhor recuperação no pós-parto.

Além disso, nesse estudo, poucas mulheres demonstraram conhecer os riscos para a si e para o recém-nascido relacionados à via de parto a qual foram submetidas.

Então como combater o medo na sua escolha?

É simples: com informação de qualidade!

Tenha sede de informação durante toda a gestação: nas consultas de pré-natal, nos grupos de gestantes, na literatura científica disponível sobre o tema, nas redes sociais de profissionais qualificados e humanizados.

Não deixe essa decisão para a hora do parto.

Não fuja dela durante a gestação.

Saiba as vantagens do parto normal, os riscos da cesariana e discuta essas questões com a equipe que escolheu para te acompanhar.

E digo mais: é muito importante que seu acompanhante esteja por dentro de todo esse universo que descobrir e apoie sua decisão, rede de apoio é tudo!

Não dá para escolher sobre seu parto na hora do nascimento. Nesse momento, você estará vivendo um turbilhão de emoções!

Você precisa ser preparada muito antes para viver o parto da forma que sonha com informações confiáveis, baseadas em evidências científicas.

O parto é uma experiência única na sua vida e na vida de seu bebê e acredite: ele vai trazer repercussões para a vida dos dois a curto e longo prazo.

Tenho certeza que diante de todas as informações, você fará uma escolha orientada, a melhor escolha para os dois.

Então afaste o medo e assuma o poder da escolha consciente no SEU parto.

Gostou deste artigo?

Inscreva-se para receber nossos conteúdos por email. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *